Aplicações da Sistemática e Ecologia Vegetal em abordagens práticas e teóricas na Mata Atlântica

Código: PBIT-1040
Curso: Mestrado em Biodiversidade Tropical
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Caracterização da floresta atlântica no Espírito Santo (mata de encosta, floresta de tabuleiros e restinga); principais famílias botânicas da floresta atlântica no Espírito Santo; metodologia de amostragem da vegetação; instalação de parcelas para amostragem da vegetação; análises de dados estruturais; métodos e técnicas em ascensão em árvores; Fatores secundários da dinâmica ecológica das florestas – Diversidade e taxonomia de Leguminosas na Mata Atlântica do Espírito Santo, Diversidade e taxonomia de Myrtaceae na Mata Atlântica do Espírito Santo, chuva de sementes, polinização.

2. Objetivos:
1- Apresentar ao estudante a complexidade taxonômica e estrutura das florestas de tabuleiros e restingas do sudeste do Brasil;
2- Reconhecer principais famílias e gêneros botânicos das florestas de tabuleiros e restingas;
3- Desenvolver a capacidade de execução de um trabalho científico com máxima objetividade e habilidade de apresentação de resultados.
Bibliografia: Begon, M.; Harper, J. L.; Townsend, C. R. 1996. Ecology: individuals, populations and communities, 3rd ed. Oxford: Blackwell Science.

Hairston N. G. 1996. Ecological Experiments. Purpose, Design, and Execution, Cambridge:Cambridge University Press.

Krebs C. J. 1999. Ecological Methodology, Menlo Park, CA: Addison Wesley Longman, Inc., 620 p.

Pickett S. T. A., Kolasa, J. & Jones C. G. 1994. Ecological Understanding, San Diego: Academic Press, 206 p. –

Zar, J. H.1999. Biostatistical Analysis. 4ª ed. Prentice Hall, 663 + ap.

Artigos científicos especializados e leituras selecionadas.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia BR 101 Norte, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-900